Facebook

terça-feira, 30 de julho de 2013

Julio Reny - Demo-Tapes 1985 e 86 (1986)

Nome: JULIO RENY E KM 0
Título: Demo-Tapes 1985 e 86
Anos: 1985 e 1986
Cidade: Porto Alegre
Estado: RS
Estilo: Rock
Detalhes da Produção: ?
Formação: Julio Reny (vocal e guitarra), Júlio (baixo), Fred (percussão), Paulo Renato (bateria) e Edu K (guitarra).
Origem da demo-tape: Jack Old Punk do blog Caverna do Jurássico.
Mais informações: Wikipedia, Rock Gaúcho, Myspace, Melofilia
Observação: Quando você encontrar "?" em algum lugar do post significa que é uma informação que está faltando. Se você puder nos ajudar com essas informações basta fazer um comentário logo abaixo no post.



1985:
01. Amor e Morte (03:34)
02. Não chores Lola (03:43)
03. Ivone (03:58)
1986:
04. Amor e Morte (03:33)
05. Expresso Oriente (04:58)
06. Maomé (02:35)
07. Garota do carro vermelho (02:57)
08. Garoto Troglodita (02:53)

Tempo total: (28:14)

Tamanho do Arquivo: 25,4 MB (8 músicas [128 kbps])

Download
(Após entrar na página do Google Drive clique em "Arquivo" e depois "Fazer Download").



1985 e 1986 na biografia do artista (fonte: Wikipedia)

1985: Cria a banda "KM 0" com Edu K na guitarra, Paulo Renato na bateria, Fred na percussão e Júlio no contra-baixo. Com esta formação, gravaram duas demo-tapes: "Não Chores Lola" e "Amor e Morte". Ambas estouram em Porto Alegre. Tocava direto nas rádios Atlântida, Cidade e Ipanema; nas outras um pouco menos. Não Chores Lola toca bastante no Rio a ponto de Guilherme Arantes citá-la como referência sobre música do Sul, porque gostava de ouvi-la na Rádio Fluminense.
Começam a alternar com Engenheiros do Hawaii a abertura de shows. Um show no Gigantinho era considerado decisivo: o Rock Unificado I. Júlio sabia que olheiros de grandes gravadoras estariam lá com vistas a produzirem um disco sobre o rock do sul. Inexplicavelmente, a banda se apresenta mal. Dá tudo errado. A partir dali, vários problemas pessoais afetam Júlio. O falecimento de sua mulher é o limite do seu inferno astral. Atua no filme "Quero Ser Feliz", de Sérgio Lerrer, no papel de um jovem recruta.

1986: Assume com vocalista da banda "Urubu Rei", liderada por Carlos Eduardo Miranda. Logo funde parte do "KM 0" com a "Urubu Rei", formando a célebre "Expresso Oriente" com Castor Daudt e Flávio Santos (futura célula do "DeFalla"). Júlio Reny e Expresso Oriente torna-se referência do rock gaúcho e da atitude underground. As coisas começam a dar certo, e a estratégia das demos-tapes para rádios voltam a funcionar. Maomé e Garota do carro vermelho tocam com freqüência nas rádios jovens locais e a banda emplaca nos shows. Júlio ataca de radialista na Ipanema FM como produtor, atingindo o primeiro lugar no Ibope com Negras Melodias.