Facebook

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Doizumbigo - Doizumbigo II (1995)

Nome: DOIZUMBIGO
Título: Doizumbigo II
Ano: 1995
Cidade: Curitiba
Estado: PR
Estilo: Punkabilly
Detalhes da Produção: Sem dados de produção na capa da demo-tape
Formação: Diego (vocal e guitarra), Thiago (baixo) e Fernando (bateria).
Conversão: Edson Luís - Jaraguá do Sul-SC







01. Tira A Mão do Meu Piu-Piu (02:29)
02. Onde A Vaca Vai O Boi Vai Atrás (03:29)
03. Doizumbigo (02:04)
04. Cachaça (01:27)
05. Cú Fumando (02:52)
06. Quizás, Quizás, Quizás (01:35)
07. Ostra (02:05)

Tempo total: (16:05)

Tamanho do Arquivo: 24,9 MB (7 músicas [192 kbps] + 5 imagens)

Download












Curupira Rock Club (Guaramirim-SC) - 26 de agosto de 1995




Olá
Meu nome é Fernando eu fui baterista da banda Doizumbigo que não era propriamente Psycho, mas dividiu a cena underground Curitibana com várias bandas Psycho em meados dos anos 90.
Nós tocamos várias vezes com o Ovos e outras bandas que a idade já não me permite lembrar os nomes.
Nosso som era mais hardcore, meio punk, estavamos sempre com os caras 77, embora nenhum dos integrantes da banada fosse realmente punk, eu com certeza nunca fui.
A formação orignal da banda tinha os irmãos Diego e Thiago, vocal/guitarra e baixo, respectivamente, e eu na batera, ficou assim por um bom tempo, depois entou o Raul na guitarra, mas não ficou muito tempo, logo após entrou a Márcia no vocal, e pouco tempo depois rolou umas encrencas e eu fui saído da banda, heheheh.
Alguns bons anos depois, mais de 10 eu acho, encontrei por acaso o Diego em um busão em Curitiba, ficou uma coisa um pouco estranha pq a briga q rolou foi justamente entre eu e ele, mas conversamos por uns minutos e vimos que foi tudo bobagem de guri, sem problemas.
Enfim, tocamos muitas vezes, principalmente no Jail que ficava na Vicente Machado e era da galera da Cruel Maniac, puts aquele boteco era muito legal, principalmente depois que eles abriram um buraco atrás do palco pra colocar a bateria, ficava super alto, era um tesão de tocar.
Lembro de um festival que teve uma vez nos confins do inferno da Lapa/PR, não sei se os caras do Ovos estava lá, mas tinha uma banda que estava sempro junto da gente, na época eles tinham outro nome (que eu não me lembro, oh veiera de merda) mas que depois passou pra King Kong de Conga, eles tinham umas músicas muito loucas, era engraçado pracas.
Enfim, nesse festival tinha um maluco, acho que era do interior do PR ou de SP, ele se dizia satanista e tocava uma guitarra que mais parecia uma pá de polenta, o cara tinha um show (se é q se pode chamar aquilo de show) meio performático, ele se maquiava todo (meio Marilyn Manson, que na época nem existia) e tinha uns esquemas de tacar fogo em pólvora no meio do show pra fazer uns efeitos com fumaça, mas é claro que ficava muito tosco.
Tocamos tbm no Circus e no Cabaré alguma coisa que tbm ficava ali na região da Rua Riachuelo
Bom, hoje moro em Brasília e infelizmente todas as coisas que eu tinha da banda se perderam na mudança, consegui salvar só uma camiseta que aliás tem um desenho animal que foi um dos caras 77 que fez.
Nós tinhamos umas músicas muito bizarras, todas fruto da imaginação do Diego, era muito legal, tinha a Ostra que virou puta, Os Smurfs, dentre outras, que época bacana...
Enfim, se alguém ainda tem o contato do Diego ou do Thiago (eu não sei o sobrenome deles), ou ainda tem uma fita demo perdida em algum canto por aí, eu gostaria muito de fazer uma cópia ou passar pra mp3, sei lá.
Abraços
Ferpa

Do fórum Psychobilly